Páginas

quarta-feira, 18 de setembro de 2019

TV FRED CUNHA NEWS - PROGRAMA DE TV DOS ANOS 80 - INFANTIL



Programas dos anos 80 - Infantil
BALÃO MÁGICO  -  PLUCT PLACT ZUM !




PLUCT PLACT ZUM !

Data de exibição: 03/06/1983 (sexta-feira) 
Horário: 21h 


Raul Seixas cantando Pluct Plact Zum! 
Anos 80 na veia! Boa viagem!



FORMATO 
- Exibido na faixa de programação Sexta Super, foi o primeiro de uma série de musicais infantis que a Rede Globo apresentou no mesmo ano, seguindo alinha dos programas Vinícius Para Criança – Arca de Noé (1980), Arca de Noé II (1981) e Pirlimpimpim (1982).

     CLIQUE AQUI para mais informações...


- Plunct, Plact, Zuuum... tinha texto final de Wilson Rocha, direção geral de Augusto César Vannucci e direção de Paulo Netto. A direção musical era de Guto Graça Mello.



GALERIA DE PERSONAGENS 
     - Proibidos de fazer as coisas de que gostavam e aflitos com os medos e ansiedades próprias da idade, as crianças Aretha, Bruno Netto, Fabiano Vannucci, Marinela Graça Mello e Paulo Vignolo planejam fugir de casa para realizar seus sonhos. Logo no início da trajetória em busca de um mundo mais livre e com mais fantasia, eles encontram um titeriteiro (José Vasconcelos), que começa a contar-lhes inúmeras histórias de aventura. Fascinados pelo titeriteiro e suas incríveis histórias, a turma se anima com a chegada de uma estranha nave espacial, montada com peças de ferro-velho e objetos esquecidos. Eles embarcam na nave e assim iniciam sua aventura. O grupo ainda conta com o apoio de um estranho ser que viaja dentro de um carrinho de bebê.
- Durante o percurso, as crianças se deparam com novidades, descobertas esituações inusitadas, como um planeta feito de doces e outro habitado porformigas gigantes. A mais inusitada delas é o encontro com o burocrata (Raul Seixas) que exige os documentos da nave espacial. Raul Seixas foi responsável pelo número musical O Carimbador Maluco, um dos destaques do infantil.

PRODUÇÃO 
- Para a realização do programa, o Teatro Fênix, no Rio de Janeiro, foi transformado em uma plataforma de lançamentos de foguetes. Recursos como o chromakey (que permite que a imagem captada por uma câmera possa ser inserida sobre outra, criando-se a impressão de primeiro plano e fundo), simulavam o vôo dos personagens do especial.
- As animações também deram um colorido especial a Plunct, Plact, Zuuum...Alguns quadros receberam o recurso, fazendo com que objetos surgissem entre os atores e cantores em cena, em cenários multicoloridos.


CURIOSIDADES 
- O sucesso do musical infantil rendeu a produção de um disco pela gravadora Som Livre com a trilha sonora do especial. A escolha das músicas e dos intérpretes foi feita por Guto Graça Mello, diretor musical do programa, e Ezequiel Neves, os mesmos de Pirlimpimpim.
- O infantil foi reapresentado três vezes na programação da Rede Globo: em julho de 1983, janeiro de 1984 e julho de 1997.
- Em março de 1984, foi produzido Plunct, Plact, Zuuum... II que contou com a participação do mesmo elenco da primeira versão do programa.


PRÊMIOS

- Em 1983, Plunct, Plact, Zuuum... ganhou uma medalha de prata no International TV Film of New York.
- Primeira apresentadora infantil da Globo e estrela de 15 especiais da emissora, aos 7 anos Aretha ganhou dois discos de ouro com a música Sopa de Jiló, do especial Plunct, Plact, Zuuum.... Na mesma época, lançou o CD solo Anilina e Parafina.




BALÃO MÁGICO

Abertura 
1983

     O programa infantil “Balão Mágico”, foi exibido pela Rede Globo, em 1983, de segunda a sexta-feira, às 11h. Na direção esteve Rose Nogueira e na supervisão estava Nilton Travesso. Edi Newton era o responsável pela direção das atrações musicais.
     Para quem não lembra, o infantil era uma produção da TV Globo de São Paulo e fez muito sucesso entre as crianças, que adoravam assistir ao programa comandado também por crianças.
     Ele tinha cerca de uma hora de duração, o “Balão Mágico” misturava números musicais, sorteios e desenhos animados. Algumas pequenas histórias eram usadas como gancho para a apresentação de desenhos e dramatizações. Para criar essas histórias, Rose Nogueira contava com a parceria da poeta Lúcia Vilares.

   Porém, no início, o programa era comandado por dois apresentadores: Simony, com seis anos na época, e Fofão, um misto de homem, cachorro e ser intergaláctico, interpretado pelo artista plástico Orival Pessini. Inicialmente, Fofão não falava, e a doce Simony traduzia os sons que seu inseparável companheiro emitia.

Simony e Fofão

     Já em 1983, poucos meses depois da estreia, ele sofreu algumas mudanças: o texto ficou sob responsabilidade de Gabriel Mendes, com direção de Edi Newton, coordenação de Geraldo José Gurjão e supervisão de Nilton Travesso.
     Além disso, o programa ganhou mais meia hora na programação da emissora, passando a ser exibido também aos sábados.
     Nessa fase, Simony sempre aparecia em cena envolvida com as lições da escola, enquanto Fofão, sentindo falta de brincar com a companheira, procurava um novo amigo para dividir seu tempo.
     Foi então que entrou para a turma o Fofinho, boneco de pano confeccionado por Fofão, idealizado por Orival Pessini e interpretado por Tob, integrante do grupo musical “Turma do Balão Mágico” – criado em 1982 e do qual Simony fazia parte. Mike, outro integrante do grupo infantil, também participava da atração.

Tob (Fofinho), Fofão e Simony

     Em setembro de 1983, Castrinho estreou no “Balão Mágico” com o personagem Cascatinha, lançado no humorístico “Chico City” (1973), um menino dentuço e barrigudo.
   Um ano depois, também passou a integrar o programa a menina Luciana, de quatro anos, que inicialmente substituiu Simony durante suas férias e depois começou a comandar a atração ao lado dela. Ainda nesse mesmo ano, o Balão ganhou mais uma hora de duração. As brincadeiras e sorteios foram mantidos, e uma nova abertura foi gravada num sítio em São Pedro (São Paulo).



A nova abertura do programa contava com a participação de Simony, Luciana, Castrinho, Fofão e o Saci do “Sítio do Picapau Amarelo”, de 1977.
     Em 1984, ganhou novos cenários. Para criar e conceber o novo espaço do infantil, o cenógrafo Jean Philippe Therène se inspirou em antigas ilustrações de livros de histórias infantis. Ele projetou um cenário de 15m de comprimento, onde a trupe do Balão mágico passou a percorrer um gramado com flores, casinhas de abelhas, cachoeira, riachos e montanhas. O fiel balão azul continuava em cena, sempre pronto para subir. Além das brincadeiras habituais, Simony, Fofão e Fofinho passaram a dar dicas de mágicas, crochê e atividades artesanais.
      Depois de dois anos afastado da televisão, em 1985, o ator Ferrugem voltou às telas interpretando o boneco Halleyfante, ou simplesmente Fante, um robô que brincava ao lado de Fofão, Simony, Tob, Mike e Jairzinho, que também entrou para o Balão naquele ano. O personagem Fante foi criado pelo publicitário Marcelo Diniz e sua principal missão no programa era defender a ecologia. Ele foi elaborado em função da passagem do cometa Halley pela órbita da Terra.
    
    Uma das principais atrações do infantil era sua abertura. Ao som de “Lindo Balão Azul”, sucesso de Guilherme Arantes, Simony e várias crianças viajavam em um balão de 38 metros de altura, criado pelo artista Victorio Truffi.
    Para compor o visual do personagem, Pessini usava uma máscara criada por ele próprio e uma jardineira confeccionada por Ney Galvão.


       Curiosidades:

 - Em 1982, Tob, Mike e Simony foram convidados pela gravadora CBS para formar o grupo musical infantil “A turma do Balão Mágico”. O disco do grupo foi um sucesso e, no ano seguinte, a TV Globo convidou Simony para estrelar o programa “Balão Mágico”.

- Nos últimos meses de exibição do programa, enquanto “Xou da Xuxa” (1986) estava em fase de produção, o Balão foi apresentado apenas por Cascatinha e Jairzinho, com texto de Wilson Rocha.

- Balão mágico saiu do ar em 1986 para dar lugar ao “Xou da Xuxa”.

     Mas quando se fala desse programa, logo nos vem a cabeça a música “Super Fantástico – A Turma do Balão Mágico”, lembram?



“Super fantástico amigo!/ Que bom estar contigo/ No nosso balão!/ Vamos voar novamente/ Cantar alegremente/ Mais uma canção/ Tantas crianças já sabem/ Que todas elas cabem/ No nosso balão/ Até quem tem mais idade/ Mas tem felicidade/ No seu coração/ Sou feliz, por isso estou aqui/ Também quero viajar nesse balão!/ Super fantástico!/ No Balão Mágico, /o mundo fica bem mais divertido!/ Sou feliz, por isso estou aqui/ Também quero viajar nesse balão!/ Superfantásticamente!/ As músicas são asas da imaginação/ É como a flor e a semente/ Cantar que faz a gente/ Viver a emoção/ Vamos fazer a cidade/ Virar felicidade/ Com nossa canção/ Vamos fazer essa gente/ Voar alegremente/ No nosso balão!/ Sou feliz, por isso estou aqui/ Também quero viajar nesse balão!/ Super fantástico!/ No Balão Mágico!/ O mundo fica bem mais divertido! (bis)”.




Clique nos links abaixo para ver e curtir outros programas 




CLIQUE AQUI para voltar à página inicial do
FRED CUNHA NEWS

Nenhum comentário:

Postar um comentário