segunda-feira, 23 de julho de 2018

TV FRED CUNHA NEWS - DESENHO ANIMADO DOS ANOS 40 - PICA-PAU







Ultima atualização 
Episódio - Briga pra Ninguém botar Defeito



O Personagem.


Um dos personagens mais marcantes dos desenhos animados, o Pica-pau foi criado por Walter Lantz na década de 1940. Seu criador começou a trabalhar profissionalmente como desenhista em 1929, e pouco tempo depois já estava empregado na Universal.


CLIQUE AQUI para mais informações e vídeos 



Em 1940, Walter Lantz montou um novo estúdio, onde criou o personagem Andy Panda que rapidamente alcançou um grande sucesso. Em um dos desenhos de Andy, o desenhista Lantz criou um irritante problema para o ursinho e seu pai, um Pica-pau que insistia em fazer buracos no seu telhado. O pássaro de olhos verdes e esbugalhados, patas como polainas, dentes e freqüentemente de cachecol, desagradou o editor da Universal Ernie Kreisler, que quase desistiu de distribuir o cartoon, felizmente ele mudou de ideia, pois o desenho “Knock Knock” foi um sucesso estrondoso.

Em 1941, era lançado Woody Woodpecker, o clássico episódio em que os animais da floresta diziam que o Pica-pau estava maluco e ele decidia ir ver um doutor. 
 O sucesso foi enorme e desde então o Pica-pau tem conquistado milhões de pessoas ao longo dos mais de 60 anos de existência. 

A primeira versão do Pica-pau, a de 1941, era muito mais perversa e psicótica que as posteriores ficando conhecida como o Pica-pau louco. Nesta ele aparece com listras nas pernas, barriga com penas vermelhas, grandes olhos verdes e dentes salientes. Aos poucos o personagem foi ganhando traços mais simpáticos e seu temperamento foi ficando mais civilizado.






A História.
O Pica-pau é um personagem esperto, falante e atrevido e que tem como principal marca uma gritante gargalhada, obra do excepcional dublador Mel Blanc e que anos mais tarde teve que ser adaptada por outros atores. Dificilmente ele inicia algum problema de caso pensado, a única intenção do personagem é levar a sua vida numa boa, em sua casinha num tronco de árvore, ou voando por aí picando madeira, o que geralmente perturba alguém que irritado tenta se ver livre do pássaro, é nessa hora que o Pica-pau não fica por baixo fazendo de tudo para sacanear o seu opositor, transformando-se num ser sem pudor ou ética. Nesse instante vale tudo, das mais sórdidas trapaças, vestindo-se até de mulher para enganar os vilões ou até partir pra briga com suas doloridas bicadas.
Numa época em que os desenhos tentavam passar uma mensagem positiva ou educativa, o pássaro quebrou todos os tabus com histórias repletas de menções ao tabagismo, alcoolismo ou sexo. Por isso mesmo as aventuras do Pica-pau tiveram problemas com a censura e a imprensa, por causa da violência. Mas talvez por causa de seu comportamento e personalidade, o Pica-Pau nem sempre tinha finais felizes em seus episódios. Em vários deles, nosso herói terminava com um galo na cabeça ecoando sua gargalhada característica num tom melancólico.

O personagem costuma agir sozinho, a não ser em alguns episódios em que aparece com seu amigo cavalo Pé de Pano (Sugarfoot). Tem também uma pequena galeria de vilões que aparecem com frequência. 


  Entre os mais comuns encontramos o Leôncio, um leão-marinho com um sotaque alemão e que dos vilões era o mais abobalhado. 
   Com um pouco mais de malandragem tínhamos o Zeca Urubu e o Zé Jacaré, que vivia tentando almoçar nosso herói. Mas divertido mesmo é ver o Pica-pau atormentando Dooley, o vagabundo, que também costuma aparecer nos desenhos como um vilão do velho oeste. 


No Brasil.
No Brasil, o Pica-pau já esteve pela TV Record, antes de ser exibido por quase 20 anos pelo SBT quando passava no Domingo no Parque. 


 Episódios
     Para matar a saudade e relembrar !!!

1 - Um Ás Demais 






CLIQUE AQUI para voltar à página inicial do
FRED CUNHA NEWS