segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

HISTÓRIAS DOS ANOS 70 E 80 - CARNAVAL




Os Tradicionais Bailes do Country Clube

 A tradição dos Bailes é bem antiga. Vem do tempo em que os foliões saíam dos desfiles dos blocos e iam fantasiados ao ginásio para fechar a noite.

     Ao som das bandas de Giovani Moreira e do Maestro João de Abreu, a galera se aglomerava  no centro do ginásio e ocupava todos os espaços disponíveis, caminhando em movimento circular ao som das velhas marchinhas. Todos os anos, a sexta de carnaval, era o dia do Baile dos Pijama, onde os foliões vestidos com seus pijamas esqueciam da vida e caíam na gandaia.


     O momento mais esperado da festa era quando os tradicionais blocos Ride Palhaço e Democráticos eram chamados a ocupar as arquibancadas do ginásio. Ai que a rivalidade ficava ainda mais forte e os foliões cantavam o Hinos de seus blocos. 


    Dessa brincadeira, surgiram diversos blocos de salão ( "Tchurma do Batuki", "Cinísmo Total", "Bakaninhas", "Turma do Funil", "Vai Quem Ké", "O Que Vier Nóis Bebe" )   , formadas por grupos de amigos que criavam suas próprias camisetas, e disputavam qual o bloco de salão era o mais animado. Como prêmio recebiam um troféu e uma caixa de cerveja. 

     Nas Tardes de domingo e terça-feira, era a vez da molecada. As matinês sempre disputadíssimas, reuniam centenas de crianças que viravam o ginásio de pernas para o ar e saim com confete impregnado até nas unhas.




FRED CUNHA NEWS




Nenhum comentário:

Postar um comentário