terça-feira, 28 de janeiro de 2014

LENDAS E CAUSOS - AS GALINHAS EXÓTICAS DO PALÁCIO - PARTE 5 - Santa Rita do Sapucaí - MG




     Uma passagem, publicada, contada, recontada (eu mesmo a ouvi de um dos protagonista, já bem velhinho: o José Amaral, titular do Cartório de Registro de Imóveis de Pouso Alegre); ele, adolescente, passava férias no Rio de Janeiro, hospedado com seus padrinhos, Delfim e Francisca (ela irmã da mãe dele).                                     José Amaral gostava de pássaros e ficou deslumbrado com umas galinhas exóticas existente nos jardins do palácio; fez amizade com o tratador e este, na véspera do regresso daquele, preparou uma embalagem e separou um galinho e duas frangas para o Zé Amaral.
        No jantar de despedida (ele viajaria na manhã seguinte para Santa Rita do Sapucaí de trem) ele extravasou seu entusiasmado com o “presente” que levaria. Para sua decepção, Delfim Moreira o conteve: “Lamento, mas você não pode levar as aves; não são de minha propriedade, pertence ao estado brasileiro”. José Amaral, só muitos anos depois entendeu a decisão.

Enviada por Victor Hugo Morais Moreira 


FRED CUNHA NEWS


Nenhum comentário:

Postar um comentário