domingo, 21 de julho de 2013

MOTO DOS ANOS 80 - PARTE 4 - STX 27.5 E DA AGRALE


Lançada em 1988


    Para melhorar a robustez e a qualidade, em 1988 a Agrale revisou muitos componentes e sistemas foram revistos, entre eles pistão, biela, radiador, vedação da bomba dágua, válvula termostática e filtro de ar. E surgia a Explorer, versão da SXT 27.5 preparada de fábrica para o fora-de-estrada e as competições de enduro, que se tornaria grande sucesso.


    Logo renomeada 27.5 E, pois o nome Explorer era de propriedade da Yamaha, a série SXT, foi desenvolvida para atingir diretamente motociclistas off-road, já que era uma moto mais simples, sem termostato de temperatura, com aletas de radiador menor, paralama dianteiro menor e tanque de apenas 12 litros. Agrale sempre utilizou tecnologia Italiana ou Européia, mecânica com sistema Cagiva, na alimentação utilizou carburadores Dellorto e freios Brembo. Motor com exatos 190,39 cm³ de cilindrada, tem uma aceleração não tão uniforme como a 30.0, gerando um pico de potência entre 7.500 a 8.500 rpm.. 


   A versão vinha despojada de tudo o que habitualmente é removido para competição: luzes de direção, bateria, retrovisores, miolo de ignição (não havia chave), conta-giros, marcador de temperatura, bagageiro saia do pára-lama traseiro, apoios de pés do garupa, as coberturas da corrente e do pinhão e a bomba de óleo dois-tempos, que fazia a mistura no próprio tanque.
    Para se adequar aos novos terrenos, tinha pneus de cravos (Pirelli Garacross), proteções para o motor, o radiador e o escapamento, relação final de transmissão mais curta e itens de alumínio, aros de roda da Two Hard, ponteira de escapamento da Three Heads, um tanto barulhenta e guidão. Pesava 9 kg menos que a SXT.


     A 27.5 E foi bem recebida, vendendo cerca de 7.000 unidades no primeiro ano, sendo a SXT 27.5 E a mais vendida da linha de 190 cm3 - e tornando-se personagem freqüente nas trilhas, onde até então a DT 180 liderava de modo quase absoluto.

Caracteristicas Técnicas:

- Agrale, M190W, sistema Cagiva
- Características: Monocilindro a 2 tempos
- Refrigeração: Líquida
- Cilindrada: 190,39
- Potência máxima: 27.5 cv à 8000 r.p.m.
- Torque máximo: 2,18 kgfm à 7500 r.p.m.
- Taxa de compressão: 6,5:1
- Câmbio: 6 marchas
- Peso: aprox.120kg
- Relação de transmissão secundária: Pinhão: 12, Coroa: 38


FRED CUNHA NEWS


Nenhum comentário:

Postar um comentário