domingo, 23 de agosto de 2015

TV FRED CUNHA NEWS - DESENHO ANIMADO DOS ANOS 80 - HE-MAN






Parte 1

Parte 2



O personagem

    A origem do personagem He-Man está nos brinquedos. No início da década de 1980, a Mattel - uma gigante mundial na área - soube que Dino DeLaurentis estava produzindo uma adaptação de Conan - O Bárbaro para o cinema. Rapidamente, a empresa resolveu criar uma linha de bonecos baseados no personagem. Como o filme estrelado por Arnold Schwarzenegger era muito violento para atingir o público infantil, os executivos desistiram no meio do caminho. O problema é que a estrutura de montagem do produto já estava pronta. Foi aí que alguém do departamento de marketing da empresa teve a idéia de criar um herói novo - fisicamente parecido com o violento Conan - para aproveitar o que já havia sido feito. Nascia He-Man.


O Desenho 

    Com o sucesso da linha de brinquedos da Mattel, não demorou muito para que He-Man virasse estrela de TV. Produzida pela Filmation (responsável pela adaptação de Capitão Marvel, por exemplo), a série animada foi lançada em 1983 com o título de  He-Man and the Masters of the Universe (no Brasil He-Man e Os Defensores do Universo). Não tardou e o seriado tornou-se febre mundial em todo o mundo.
A série utilizava a técnica em que os movimentos dos personagens eram desenhados sobre filmagens de atores. Muito usada nas animações da Filmation, a técnica chamada de rotoscópio já era conhecida pelos fãs de desenhos do estúdio, como Tarzan e Capitão Marvel, assim era possível vermos semelhanças entre os movimentos dos personagens de outras séries desse estúdio.
O programa contou com duas temporadas de 65 episódios cada, entre os anos de 1983 e 1985. 

 Em cada aventura, o herói frustrava os planos do vilão Esqueleto em conquistar o reino de Etérnia. Com uma animação caprichada, o programa tinha sempre uma lição de moral no final de cada episódio.


A História


He-Man na verdade escondia-se por trás da identidade do Príncipe de Etérnia, Adam, filho do Rei Randor e da Rainha Marlena, um jovem que ganhou a  Espada Mágica depois de ser levado ao Castelo de Greyskull pelo amigo Mentor.



 Erguendo a espada de Greyskull e gritando "Pelos poderes de Greyskull... Eu tenho a Força!"  ele transformava-se em He-Man, o homem mais poderoso do universo. Ao seu lado estava seu tigre de estimação, o medroso Pacato, que quando tinha a espada de Greyskull apontada para ele durante a transformação de He-Man, virava o “Gato Guerreiro”, um animal forte e feroz e que servia de montaria para o herói.



  Entre as poucas pessoas que conheciam a identidade secreta de He-Man estavam o chefe da guarda do castelo de Etérnia, Ducan, mais conhecido como Mentor, que além de ser um forte guerreiro era um excelente cientista; a Feiticeira era outra que sabia que Adam e He-Man eram  a mesma pessoa, afinal foi ela que concedeu os poderes ao príncipe. 

   Ela era uma poderosa mulher que tinha a habilidade de se transformar num pássaro chamado Zoar. 

Feiticeira era na verdade a mãe da guerreira Teela, que foi entregue aos cuidados de Mentor quando pequena e por isso não sabia que a Feiticeira era sua verdadeira mãe; e o mágico atrapalhado Gorpo, uma pequena e flutuante criatura nativa de Trolla que nunca revela seu rosto.

Entre os demais aliados da força do bem estavam: Stratos, conhecido pelas pessoas como o "Cinzento amigo voador de He-Man"; Aríete, que possuía grande força em sua cabeça, podendo destruir facilmente obstáculos com seu capacete; além de Stratos, Multi-Faces, Mekaneck, Abelhão, Fisto e Granamir. Juntos eles precisam combater a vilania liderada pelo Esqueleto.


Os Vilões.

Esqueleto era o grande malfeitor do desenho, estava sempre querendo controlar o Castelo de  Greyskull pelos portais que ele usava para aparecer em qualquer lugar que queria. Ele carregava um bastão com a cabeça de um bode, e às vezes cavalgava em seu próprio gato, Panthor.


  
A principal aliada de Esqueleto era a bruxa Maligna,  uma vilã muito poderosa que usava sua magia negra para tentar ajudar Esqueleto.
Ao lado das forças do mal estava um exército de mercenários que apesar da aparência arrepiante falhava em todas as missões. Entre eles tínhamos: o forte e não muito inteligente Homem-Fera;  Mandíbula que podia acoplar ao seu braço às mais diversas armas; Tri-Klops que possuía três olhos e cada um com um raio diferente; Aquático, um ser pegajoso que vivia nos pântanos de Infinita; além dos menos frequentes Kobra Khan, Spike, Semente do Mal, Modulok e Multi-Garras.



FRED CUNHA NEWS


Nenhum comentário:

Postar um comentário