quarta-feira, 9 de agosto de 2017

OS ANTIGOS - LUZIA RENNÓ MOREIRA "SINHÁ MOREIRA" - Santa Rita do Sapucaí - MG


Última atualização
Antônio Moreira de Abreu e Sinhá Moreira - 1929


CLIQUE AQUI , veja mais fotos e informações de LUZIA RENNÓ MOREIRA "SINHÁ MOREIRA"


     Sinhá Moreira (1907 — 1963) é uma benemérita de Santa Rita do Sapucaí, importante cidade do sul de Minas Gerais. Faleceu precocemente em decorrência de uma neoplasia mamária.


     Filha do Coronel Francisco Moreira da Costa e de Dona Mindoca Rennó Moreira, Dona Sinhá era chamada carinhosamente pelos capatazes e ex-escravos. 

     Luzia Rennó Moreira teve formação educacional e cultural esmerada com frequentes e longas viagens à Capital Federal. Casou-se em 1929 com o diplomata Antônio Moreira de Abreu obtendo a oportunidade de conhecer o mundo, fato raro para a época.


     Em 1942 retorna definitivamente para Santa Rita do Sapucaí, onde desenvolveu sua vocação de articulação política. Sobrinha do Presidente Delfim Moreira, gostava de participar de reuniões políticas. Filantropia e incentivos à cultura e ao desenvolvimento eram seus objetivos. De suas viagens, trouxe o princípio da eletrônica, do Japão. Em 1959 fundou a primeira escola de eletrônica da América Latina, a Escola Técnica de Eletrônica Francisco Moreira da Costa, que foi a semente do Vale da Eletrônica.

     Seus gestos e iniciativas criaram a base de uma nova ordem social, que, gradativamente, se instalou na cidade, provocando profundas transformações na cultura local. Ela deu início a transformação que levou uma cidade interiorana, produtora de café e leite, ao centro de excelência em Eletrônica e Tecnologia da Informação.

    D. Sinhá é amplamente lembrada na cidade, cuja admiração dos moradores beira a devoção. 

Fonte: Wikipédia






     Sinhá Moreira nasceu em 1907 e viveu em uma época na qual as mulheres não despontavam no cenário nacional por suas idéias e inovações. De uma família de fazendeiros de café, filha de um dos fundadores do Banco Nacional, Sinhá Moreira casou-se com diplomata, viajou por diversos países, tendo, inclusive, morado no Japão, mas preferiu entrar para a história como uma visionária, ao apostar no desenvolvimento tecnológico de sua cidade, em uma época em que o país ainda priorizava sua “vocação” agrícola.
     No prefácio, Ziraldo se refere a Sinhá Moreira como “uma iluminista de outros tempos, com uma visão de mundo e uma generosidade inigualáveis”. O autor de O menino maluquinho recorda-se da importância do empreendimento da célebre mineira para a formação da juventude de Santa Rita do Sapucaí nos anos 50.
     A escritora Raquel de Queiroz, por sua vez, é a autora do texto de introdução escrito para O Cruzeiro em 1959, no qual remonta o contexto histórico do impulso desenvolvimentista dos anos JK e destaca o espírito empreendedor de Luzia Rennó Moreira.


“Com inteligência e determinação, Sinhá Moreira criou a primeira escola de eletrônica da América do Sul. Com sua visão universal, Sinhá empenhou-se em desenvolver um trabalho no seu micro universo, numa cidade que mal aparecia no mapa de seu país. No entanto, hoje, essa cidade é exemplo reconhecido mundialmente graças a Sinhá Moreira”, registrou a imortal.

     
     O livro detalha a vida cotidiana da pequena cidade mineira e sua tradicional vocação agrícola até a implementação do ambicioso projeto tecnológico de Sinhá Moreira, que mudou o curso da história do vilarejo. Ambienta, do mesmo modo, a origem próspera da aristocrata, que chegou inclusive a ter o tio, Delfim Moreira, ocupando a Presidência da República e narra a ebulição cultural, provocada pelo Modernismo brasileiro, que influenciou o pensamento vanguardista da então jovem aristocrata.
As viagens ao redor do mundo rendem também boas histórias, que serviram para reforçar a determinação de Sinhá Moreira, que, de volta ao Brasil, dedicou sua vida à realização de seu sonho. Sinhá, que faleceu aos 56 anos, não viveu para acompanhar o pleno desenvolvimento de sua obra e seus decorrentes frutos. Mas sabia que sua semente seria de grande valia para a posteridade.
Fonte :
http://www.gryphus.com.br/livro_sinha.html




Viagens:
*Clique nas fotos abaixo para ampliá-las...
                                 
Rio de Janeiro -RJ


Monumento a Rainha Victória, em frente ao Buchinghan Palace (residência dos Reis Ingleses),em Setembro de 1934.


Tirado numa rua tipicamente chinesa em Shangai - China.



Japão, Setembro de 1935

              5                                   6                                                       7                                                                      8


- Foto 5 - México - 07 de Julho de 1930 
- Foto 6 - México 07 de agosto de 1930 - Sinhá Moreira e seus cachorrinhos - 
- Foto 7 - Sinhá e seus cãozinhos (1- Boby, 2 - White e 3 - Joujou)  - México 07 de agosto de 1930  
- Foto 8 - Luzia Rennó Moreira com os dois javanezes a bordo do navio Sibajah - Setembro de 1934






                     9                                                            10                                                                  11                       


- Foto 9 - Tirado junto do guarda da Torre de Londres em Setembro de 1934
- Foto 10 - Luzia Rennó Moreira (Sinhá Moreira) e amigos em Sierra Salvada - Novembro de 1933
- Foto 11 - Tirado em frente do Palace Hotel  Estoril em Lisboa - Agosto de 1934

                                        12                                                                     13                                                                 14

- Foto 12 - Luzia Rennó Moreira a bordo do Cuyalia, em Lisboa com amigos - Agosto de 1934
- Foto 13 - México - Agosto de 1930
- Foto 14 - Tirado a bordo do Navio Almirante Saldanha  , quando esteve em visita oficial em Lisboa Portugal (Agosto de 1934)




                                15                                                                                       16                                                   17

- Foto 15 - Tirado na Embaixada da Espanha em Lisboa
- Foto 16 - Praia de Copacabana - Rio de Janeiro
- Foto 17 - Luzia Rennó Moreira na varanda de sua Residência Santa Rita Sapucaí

             18                                                            19                                                   20
Luiza Rennó Moreira (Sinhá Moreira) no Santo Cruzeiro


- Foto 18 - Luzia Rennó Moreira - Visita ao Maracanã 1954
- Foto 19 - Luiza Rennó Moreira (Sinhá Moreira) e amigos na fazenda
- Foto 20 - Luiza Rennó Moreira (Sinhá Moreira) no Santo Cruzeiro




Clique nos links abaixo para mais informações dos
OS ANTIGOS - Santa Rita do Sapucaí - MG
Adélia Duarte -  Adelino Carneiro Pinto  -  Antenor Pinto de Almeida Filho  -  Antônia Ribeiro de Carvalho (Tonica)  -  Antônio Andrade Ribeiro  -  Antônio Moreira Carneiro  -  Antônio Moreira da Costa  -  Antônio Moreira da Costa Junior  -  Antônio Rodolpho Adami  -  Bernardino José Rodrigues Torres  -  Crescêncio Ribeiro  -  Custódio Santucci  -  Dante De Marchi  -  Delcides Marques Telles  -  Delfim Moreira da Costa Ribeiro  -  Delfim Moreira Junior  -  Erasmo Cabral  -  Feliciano Marques Pereira Telles (Sanico Telles)  -  Francisca Carneiro de Abreu  -  Francisco Andrade Ribeiro  -   Francisco De Paula Souza  -  Francisco Falcão  -  Francisco Moreira da Costa  -  Frederico De Paula Cunha  -  Gabriel Capistrano Ribeiro de Alckmin  -  Geralda Adami Costa  -  Gumercindo Paduan  -   Horácio Capistrano de Alckmin  -  João de Camargo  -  João Euzébio de Almeida  -  Joaquim Carneiro de Abreu  -  Joaquim Carneiro Paiva  -  Joaquim Inácio Ribeiro  -  Joaquim Sancho Vilela  -  José Abrahão Kallás  -  José Alcides Rennó Mendes  -  José Antônio Vono Filho (Bentinho)  -  José Carvalho Viana - José Cleto Duarte  -  José Feliciano Marques Pereira  -  José Gonçalves Pereira Neto  -  José Mendes Vilela  -  Luiz Villela Bernardes -  Luzia Rennó Moreira (Sinhá Moreira)  -  Maria Idalina de Jesus ( Maria Bonita )  -  Maximiliano Octávio de Lemos  -  Omar Rangel Franqueira   - Oswaldo Campos do Amaral  -  Pedro Sancho Vilela  -  Rodolpho Guerino Adami  -  Severino Carneiro De Faria  -  Valentino Volpato   Vírgilio Ribeiro de Carvalho 


CLIQUE AQUI para ir para a página inicial do
FRED CUNHA NEWS

Um comentário: